terça-feira, 13 de novembro de 2012

Policiais do Bope em MT apreendem 1 milhão de assalto a banco




Mais de R$ 1 milhão encontrado em carro é entregue à Justiça de MT
Dinheiro foi apreendido em Várzea Grande dentro de carro com 4 pessoas.
Quadrilha é suspeita de assaltar dois bancos em Comodoro (MT).

Dinheiro foi encontrado dentro de veículo com suspeitos de roubar banco 
(Foto: Reprodução/TVCA)

O montante de R$ 1 milhão de reais encontrado pelos policiais do Batalhão de Operações Especiais (Bope) dentro do veículo que transportava suspeitos de integrar uma quadrilha que assaltou duas agências bancárias em Comodoro, a 677 quilômetros de Cuiabá, foi depositado em uma conta judicial. De acordo com a Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), da Polícia Civil, as agências bancárias deverão fazer uma solicitação à Justiça para recuperar o dinheiro roubado. Ao todo, foi apreendido R$ 1.109.665,00.

O assalto ocorreu no dia 30 de setembro em Comodoro, mas neste último domingo (11) quatro suspeitos decidiram deixar o município em direção a Cuiabá, quando foram interceptados pelos policiais no trevo do Lagarto, em Várzea Grande, na região metropolitana. Na abordagem, os suspeitos resistiram e trocaram tiros com os policiais militares, sendo que dois criminosos, ambos de 23 anos, ficaram feridos. Eles foram presos e encaminhados para o Pronto-Socorro de Várzea Grande, entretanto, poucas horas depois, morreram no hospital.

Na ocasião, os outros dois assaltantes conseguiram fugir. Conforme a Polícia Civil, eles estavam armados com fuzis e conseguiram fugir a pé em direção a um matagal. No entanto, ainda na noite de domingo, um deles, de 42 anos, foi encontrado pelos policiais próximo ao Trevo do Lagarto. Já o quarto integrante continua foragido até a manhã desta terça-feira (13), informou a polícia.

O delegado da Central de Flagrantes de Várzea Grande, Ivar Polesso, informou ao G1que a contagem do dinheiro apreendido foi realizada por investigadores e funcionários de agências bancárias após o montante ser encaminhado para a delegacia pela Polícia Militar. O carro de passeio, na cor vermelha, que os assaltantes utilizaram para tentar chegar até a capital também está apreendido.

Abordagem
A barreira policial foi montada após a PM receber uma denúncia por meio do Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciosp) de que um veículo com várias pessoas armadas estavam vindo de Comodoro para Cuiabá. Primeiro, foi feito um bloqueio perto de Cáceres, a 250 quilômetros de Cuiabá, mas os suspeitos furaram a barreira e seguiram para Várzea Grande.
Grupo invadiu 2 agências ao mesmo tempo, fez reféns em Comodoro e fugiu. 
(Foto: Jornal O Diário)

Prisão
A prisão do suspeito na noite de domingo, de acordo com a Polícia Militar, ocorreu no momento em que um casal tentou resgatá-lo do mato de carro. A mulher e o homem teriam tentado dar apoio à fuga e acabaram presos. O suspeito confessou à polícia ter participado do assalto às agências bancárias e disse que estava tentando fugir. No entanto, ele declarou não saber sobre o paradeiro do outro suspeito que está foragido.

Assalto
No dia 30 de setembro, o grupo criminoso, composto por cerca de sete homens armados e encapuzados, invadiu e roubou duas agências bancárias e fez 15 clientes e funcionários reféns. Durante a ação, os reféns foram usados como 'escudo humano' em frente aos locais para dar proteção à quadrilha.

Na fuga, ainda de acordo com a Polícia Militar, a quadrilha incendiou uma das caminhonetes e abandonou o veículo no entrocamento das rodovias BR-364 e BR-174. Eles libertaram os reféns na saída da cidade.

Por Kelly Martins

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, ele é muito importante!

EMPRÉSTIMO CONSIGNADO