terça-feira, 13 de novembro de 2012

R$ 60 milhões contra a violência em São Paulo




Rio -  Após se reunir com o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, anunciou, ontem, a liberação de R$ 60 milhões para o governo paulista instalar a central integrada de monitoramento do crime, que deve ficar pronta antes da Copa de 2014. Essa central vai receber todas as informações de inteligência e definir ações de combate ao crime.
Cardozo disse que já a partir da semana que vem terá início a ação conjunta entre os governos federal e estadual nos pontos de entrada do estado com blitzes em estradas, portos e aeroportos.
Pelo acordo de cooperação , estão previstas também a transferência de presos paulistas para penitenciárias federais, implantação de um programa de combate ao crack e criação de uma unidade especial de perícia. Alckmin reconheceu a dificuldade para impedir que os criminosos tenham acesso a celulares e condenou os policiais que executaram um servente:
“Não há tecnologia que permita bloquear o celular em área restrita. Tivemos um caso de execução por parte de um PM e isso é intolerável. A PM já prendeu toda a equipe”.
Em outra madrugada violenta, quatro pessoas morreram, entre elas um PM que reagiu a um assalto. Houve seis baleados, e um foi incendiado.
No início do mês, os jornais ‘The New York Times’ e ‘Wall Street Journal’ noticiaram a onda de violência na capital paulista. O ‘The New York Times’ questionou a capacidade do Brasil de garantir a segurança de turistas na Copa de 2014.
Fonte: http://odia.ig.com.br

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, ele é muito importante!

EMPRÉSTIMO CONSIGNADO