domingo, 4 de novembro de 2012

'Só quero meter bala na PM', diz carta que seria de facção criminosa





Papel foi encontrado com um indivíduo detido por tráfico em São Vicente.
Carta será investigada pela Delegacia Sede da cidade.

Trecho da carta que faz referência aos policiais militares (Foto: Reprodução/Jornal A Tribuna)

Uma carta que faz alusão a uma facção criminosa foi encontrada neste sábado (4) na rodovia dos Imigrantes, na altura de São Vicente, no litoral de São Paulo. O papel estava na sacola de um suspeito que foi surpreendido pela polícia.

Por meio de uma denúncia anônima, os policiais militares se dirigiram para a rodovia e encontraram dois indivíduos suspeitos. Após a abordagem, foi verificado que eles estavam com porções de drogas e carregavam uma carta dentro de uma sacola. A cópia da carta foi publicada no Jornal A Tribuna, de Santos, neste domingo (4).

No documento, o autor fala várias vezes em 'morte' e sobre a dor das famílias que sofrem com a perda de parentes. Em um trecho, ele fala sobre a Polícia Militar. “Só quero mete (sic) bala na PM. Se a base encosta bota eles (sic) para andar”, diz.

O autor pede para que Deus dê saúde para a sua família, mesmo ele estando “atrás de uma cela trancado”, como diz o trecho. Por fim, ele manda um recado para a mãe, dizendo que em breve estará de volta ao seu ‘barraco’ e que está com saudades. Ele assina a carta com as siglas de uma facção criminosa.

Os dois homens detidos não quiseram falar sobre a carta quando foram levados para a Delegacia Sede de São Vicente, onde o caso será investigado o caso.

Autor encerra a carta com a mesma sigla de uma facção criminosa (Foto: Reprodução/Jornal A Tribuna)

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, ele é muito importante!

EMPRÉSTIMO CONSIGNADO