sábado, 3 de novembro de 2012

SP: suspeito de tráfico é morto pela Rota em troca de tiros




Um homem suspeito de envolvimento com o tráfico de drogas foi morto na tarde deste sábado após perseguição de policiais militares das Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar (Rota), grupo de elite da Polícia Militar (PM), em São Paulo.
De acordo com a PM, a Rota começou a acompanhar um veículo suspeito por volta das 13h35 na rua Magalhães de Castro, bairro Butantã. Eles haviam recebido informações de que o motorista era suspeito de envolvimento com o tráfico de drogas.
Quando estavam na Marginal Pinheiros, o suspeito resistiu à abordagem dos policiais e atirou contra a viatura. No revide da Rota, ele foi baleado. Ele foi socorrido ao Hospital Universitário da USP, mas chegou morto ao local, de acordo com a PM. A identidade do suspeito não foi revelada, no entanto a polícia confirmou que ele era procurado pela Justiça por tráfico de drogas, formação de quadrilha, entre outros crimes.
Onda de violência 
Desde o início do ano até ontem, 89 policiais foram assassinados no Estado. Desse total, 18 eram aposentados e apenas três estavam em serviço. Além disso, o Estado continua a enfrentar um grande índice de violência. Segundo dados da Secretaria de Segurança Pública, só na capital houve um crescimento de 102,82% no número de pessoas vítimas de homicídio no mês de setembro, em comparação ao mesmo período do ano passado. Em todo o Estado, a alta foi de 26,71% no mesmo período.
Preocupada com a onda de assassinatos em São Paulo, a presidente Dilma Rousseff telefonou na sexta-feira ao governador Geraldo Alckmin para oferecer apoio do governo federal ao Estado. Os termos da cooperação entre os palácios do Planalto e dos Bandeirantes serão acertados em reunião a ser realizada na semana que vem. Pelo lado do governo federal, quem está destacado para cuidar do assunto é o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo.
Fonte: http://www.jb.com.br/

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, ele é muito importante!

EMPRÉSTIMO CONSIGNADO