sexta-feira, 2 de novembro de 2012

SP: violência se espalha em madrugada com mais nove mortes





Um dos baleados é investigador de polícia. A polícia acredita que os bandidos tentaram roubar a moto dele.

Depois de uma série de desentendimentos públicos, os governos Federal e paulista se entendem e anunciaram uma ação conjunta para combater o crime organizado em São Paulo. Na madrugada, mais nove pessoas foram assassinadas e outras três ficaram feridas.

Um dos baleados é investigador de polícia. A polícia acredita que os bandidos tentaram roubar a moto dele. De janeiro até sexta (2), 88 policiais foram mortos, mas só três estavam em serviço. O restante ou estava de folga ou já havia se aposentado.

As operações que a polícia de São Paulo está fazendo nas favelas continuam. Na Zona Leste da capital, de quinta para sexta, 13 mortes aconteceram. A violência se espalha por toda a cidade.

Bandidos tentaram assaltar um investigador que estava de moto. Ele foi baleado e os bandidos fugiram.

Um jovem de 18 anos morreu enquanto ia para a casa da mãe no Jardim Arpoador, periferia de São Paulo. por volta de 20h, os vizinhos viram quando dois homens em uma moto pararam ao lado do rapaz, atiraram várias vezes e fugiram.

“Menino calmo, tranquilo, gente. É um absurdo passando na rua e tomar um monte de tiro pelas costas”, lamenta Joyce de Souza, irmã do menino.

Praticamente no mesmo horário, um crime bem parecido em outra rua a quatro quilômetros de onde o jovem morreu. Testemunhas contaram que homens em uma moto chegaram a um bar e começaram a atirar em quem estava no local e na calçada.

Três pessoas que estavam do lado de fora do bar foram atingidas, e um homem de 30 anos morreu na hora. Os outros dois foram socorridos.

Um homem que estava dentro do bar caiu em cima de uma garrafa quando se jogou no chão para escapar dos disparos. “Eu só escutei os tiros, me joguei no chão com o outro pessoal que estava lá. Deram uns 10 ou 15 tiros. Eu pensei que eles iam matar todos nós”, lembra o homem.

Na Zona Norte da capital, um investigador da Polícia Civil foi baleado nas costas durante a noite. Ele estava de moto quando criminosos tentaram assaltá-lo. O policial foi socorrido e os suspeitos conseguiram fugir.

Por Thiago Scheuer - São Paulo, SP


0 comentários:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, ele é muito importante!

EMPRÉSTIMO CONSIGNADO