quinta-feira, 1 de novembro de 2012

TJ do Rio decreta prisão preventiva de 14 envolvidos na Chacina em Mesquita




Rio -  O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ) decretou a prisão preventiva de 14 acusados de envolvimento na Chacina no Parque Gericinó, em Mesquita, na Baixada Fluminense, ocorrida em setembro. A decisão foi divulgada na noite desta quarta-feira no site do TJ-RJ e é do juiz Márcio Alexandre Pacheco da Silva, da 4ª Vara Criminal de Nova Iguaçu.
Os mandados de prisão foram expedidos contra Remilton Moura da Silva Junior, o “Juninho Cagão”; Abner José Moura de Oliveira, o “Ratinho” ou “Ratinho do Bicão”; Eduardo de Souza Silva Junior, o “Dudu”; Danilo Machado Valverde; Bruno Magno Benedito Silva, o “Neguinho da CDD”; Felipe Barbosa; Werly Ângelo Soares dos Santos, o “Wesley”; Daniel Dias Cerqueira dos Santos, o “PQD”; Cristiano Artur Carvalho Barreto, o “DJ”; Renato José dos Santos, o “Sabadão”; Fernando Domingos Pereira Simão, o “Sheik”; Jonas Santos Pereira, o “Jonas Pintado” ou “Velho”; Luiz Alberto Ferreira de Oliveira, o “Beto Gordo” e Marcus Vinicius Madureira da Silva, o “Ratinho”.
O processo aponta que o grupo vai responder por homicídio triplamente qualificado  - por motivo torpe, mediante tortura ou outro meio insidioso ou cruel e com recurso que dificulte ou torna impossível a defesa da vítima.
O juiz ainda destaca que a ações atribuídas aos acusados são extremamente graves, pois teriam sido praticadas com “alto nível de crueldade, sendo as vítimas amarradas, esfaqueadas, martirizadas e executadas com disparos de armas de fogo”. O magistrado ainda justifica a prisão como imprescindível para garantir a vida das testemunhas e impedir que as ações de extermínio se repitam.
Fonte: http://odia.ig.com.br

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, ele é muito importante!

EMPRÉSTIMO CONSIGNADO