sexta-feira, 23 de novembro de 2012

Unidades do Degase terão monitoramento eletrônico 24 horas




Todas as unidades do novo Departamento de Ações Socioeducativas (Degase) do Estado serão vigiadas 24 horas a partir de um centro de monitoramento eletrônico instalado na Ilha do Governador. Batizado de Horus, em referência ao deus onipresente, o projeto está em fase final de instalações para começar a operar plenamente no ano que vem.

Criado pela Coordenação de Segurança e Inteligência, o sistema é pioneiro no país. Cada unidade socioeducativa ganhou câmeras de vídeo, cujos números podem chegar a 60 dependendo do porte do prédio. Contando com 21 computadores e um painel de vídeo, o Horus vai receber todas as imagens em tempo real.

"O Horus faz parte do plano de segurança preventiva que estamos desenvolvendo. Com ele, podemos acompanhar os menores, fiscalizar o trabalho dos agentes e as atividades de parceiros. É também um instrumento de defesa", afirmou o major Luiz Carlos Segala, coordenador de segurança e inteligência do Novo Degase.

As câmeras estão instaladas e cada unidade já conta com uma ilha de imagem que grava o dia a dia dos adolescentes. Segundo Segala, a companhia de telefone está trabalhando para aumentar a capacidade de transmissão para que o conteúdo capturado seja passado ao Horus. Os centros socioeducativos da Ilha do Governador já estão conectados e sendo monitorados pelo sistema.

Até o fim do ano, será publicada a licitação para que 84 operadores do Horus sejam contratados. Serão 21 funcionários a cada turno de seis horas. Eles vão acompanhar a movimentação dos cerca de 1.100 adolescentes e, ao observarem alguma anormalidade, captarão as imagens. Todo material vai ficar armazenado em blu-ray.

O Horus também vai contar com uma sala de Gerenciamento de Situação de Conflito, onde os gestores vão examinar como intervir em caso de crise baseados na doutrina do uso seletivo da força.

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, ele é muito importante!

EMPRÉSTIMO CONSIGNADO