terça-feira, 18 de dezembro de 2012

PM do RJ troca comandante das Unidades de Polícia Pacificadora




Decisão acontece após sequência de troca de tiros e morte de cabo.
Ex-comandante do Bope assumirá o cargo.

Veja vídeo no G1

O coronel Rogério Seabra foi afastado do comando da coordenadoria de Polícia Pacificadora (UPP) do Rio. O anúncio da saída dele vem depois de uma sequência de troca de tiros no conjunto de favelas do Alemão e da morte do cabo Fábio Barbosa. Ele foi o terceiro policial de UPP morto em serviço este ano. Seabra, que permaneceu quase um ano e três meses no cargo, agora irá para a Diretoria Geral de Pessoal da PM, conforme mostrou o Bom Dia Rio.

O último tiroteio registrado em UPP foi domingo (16) à noite, na Mangueira. O ataque aconteceu quando agentes da UPP patrulhavam a região conhecida como Caixa D'Água. O soldado David Ítalo de Araújo, de 24 anos, foi baleado na cabeça de raspão. Ele foi levado para o Hospital Geral da Polícia Militar e já recebeu alta. Uma patrulha da PM também foi atingida. Policiais fizeram buscas na favela na segunda-feira (17), mas os suspeitos não foram encontrados.

Segundo a Polícia Militar, quem assume o comando das UPPs é o coronel Paulo Henrique Azevedo de Moraes, que já esteve à frente do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope). Atualmente, ele comandava a Coordenadoria de Operações Especiais da PM. Agora, o novo comandante vai chefiar cerca de sete mil policiais que trabalham em Unidades de Polícia Pacificadora.

Em nota, a assessoria das UPPs informou que " o comando-geral da PM agradece o empenho e a dedicação do valoroso coronel Rogério Seabra Martins à frente da CPP, durante um ano e dois meses de trabalho nos quais deu contribuição relevante para o desenvolvimento e consolidação do projeto das UPPs".

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, ele é muito importante!

EMPRÉSTIMO CONSIGNADO