quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

Policiais civis suspeitos de matar PM são presos em SP




Segundo testemunhas, policiais não se identificaram ao abordar PM.
Crime aconteceu na noite de segunda-feira, na região do Grajaú.


Dois policiais civis suspeitos de matar o policial militar Geraldo Alves da Cruz na região do Grajaú, Zona Sul de São Paulo, na noite de segunda-feira (3), foram presos e levados para o presídio da Polícia Civil, na Zona Norte da capital paulista. Eles devem responder por homicídio doloso - quando há intenção de matar - e por irregularidade de função.

O PM tinha ido visitar o sogro na região do Grajaú e parou para conversar com amigos na Rua Jequirituba. O grupo foi surpreendido por dois policiais civis e um homem que, segundo a polícia, investigavam um roubo de carga.

Os três estavam em um carro. Testemunhas disseram que os policiais civis não se identificaram. Ainda de acordo com testemunhas, parte do grupo correu quando os investigadores atiraram para cima. O policial militar reagiu e houve tiroteio. Ele fugiu para uma viela e foi atingido por vários tiros.

O caso é investigado pelo Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) e pelas corregedorias das polícias Militar e Civil. De acordo com o 27º Batalhão de Polícia Militar (BPM), o policial militar tinha 19 anos de corporação e prestava serviços na Força Tática do 50º BPM.

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, ele é muito importante!

EMPRÉSTIMO CONSIGNADO