sábado, 8 de dezembro de 2012

Presos ficam feridos em tentativa de fuga em presídio de Campo Grande




Seis detentos do semiaberto se cortaram no arame da cerca de segurança.
Quatro deles tiveram cortes profundos e foram levados para hospital.


Quatro presos do Centro Penal Agroindustrial da Gameleira (CPAIG) tiveram cortes profundos durante uma tentativa de fuga da unidade ao tentar pular o muro, na manhã deste sábado (8), em Campo Grande. Segundo a polícia, eles se cortaram no arame da cerca de segurança. Outros dois detentos também tentaram fugir, mas não conseguiram. 

A tentativa de fuga aconteceu durante o banho de sol dos presos, por volta das 10h (horário de MS). Mesmo feridos, quatro deles conseguiram fugir e foram recapturados pela polícia em um matagal atrás do presídio. Eles foram socorridos pelo Corpo de Bombeiros até a Santa Casa. Dois dos feridos tiveram cortes mais profundos e perderam grande quantidade de sangue. Policiais da Companhia Independente de Gerenciamento de Crises e Operações Especiais (Cigcoe) estiveram no local.

Apesar da unidade funcionar em regime semiaberto, os presos que tentaram fugir estavam confinados em um pavilhão especial, onde ficam os detentos recém-chegados. Três deles haviam sido internados na unidade na sexta-feira (7). O pavilhão de regime fechado é também destinado para presos que cometeram indisciplinas.

O G1 tentou entrar em contato por telefone com a Secretaria de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) de Mato Grosso do Sul, mas não obteve retorno até o fechamento desta matéria.

A Colônia Penal da Gameleira é dividida em quatro pavilhões e abriga 568 presos ao total. Na ala de regime fechado, conhecida por pavilhão D, estão confinados 80 detentos. Os outros presos ficam nos pavilhões A, B e C, onde prestam serviços internos na lavoura e em fábricas de materiais de construção no presídio, além dos outros presos que trabalham fora em empresas conveniadas com a unidade.

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, ele é muito importante!

EMPRÉSTIMO CONSIGNADO