quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

SP: PM é preso com quadrilha que explodia caixas eletrônicos




A Polícia Civil de São Paulo prendeu, nesta terça-feira, seis pessoas envolvidas em, pelo menos, sete explosões de caixas eletrônicos na região de Campinas. Segundo informações da Secretaria de Segurança Pública, entre os detidos estão dois guardas municipais e um policial militar. Todos trabalham na cidade de trabalham em Holambra.

Após a investigação, integrantes da 5º Delegacia Investigações sobre Roubos a Bancos (Patrimônio) cumpriram mandados de prisões, buscas e apreensões nas cidades de Paulínia, Holambra, Santo Antônio de Posse, Jaguariúna e Pedreira. 

Na sexta-feira, a partir das prisões de seis homens, feitas por policiais militares durante tentativa de invasão a uma agência bancária, os investigadores conseguiram identificar os detidos em, pelo menos, outras oito ações. Os crimes aconteceram nos bairros paulistanos de Vila Ré, Sapopemba, Guaianazes, São Mateus, Mooca, Itaquera e na cidade de Santo André, na Grande São Paulo.

Na manhã de segunda-feira, outros quatro suspeitos foram detidos quando se reuniam para praticar um roubo. As detenções aconteceram em Diadema. Somadas as prisões, a equipe da 5ª Patrimônio contabilizou o indiciamento de 16 pessoas envolvidas em assaltos, explosões de caixas e formação de quadrilha.

Segundo o delegado Celso Marchiori, a equipe apurava os casos na região de Campinas há seis meses. As investigações revelaram a participação de agentes públicos de segurança nas ações. Um dos guardas civis acabou preso em casa na cidade de Paulínia e o outro recebeu a ordem de prisão em um sítio no município de Santo Antônio de Posse. Já o policial militar foi detido em Holambra.


0 comentários:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, ele é muito importante!

EMPRÉSTIMO CONSIGNADO