segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

Votação para conselheiros tutelares em BH é marcada por problemas




A votação para eleger os novos conselheiros tutelares de Belo Horizonte, neste domingo (9), foi marcada por atrasos e problemas no sistema eletrônico. Cédulas de papel tiveram que ser usadas. Em algumas seções a votação começou com mais de uma hora de atraso. Na Região da Pampulha, uma candidata reclamou dos prejuízos provocados pela demora.

A substituição da votação eletrônica pela manual estava prevista no edital da eleição, mas a falha no sistema comprometeu o processo. Sem o controle computadorizado, seria impossível impedir que uma pessoa votasse duas vezes.

Segundo a Prefeitura de Belo Horizonte (PBH), mesmo nas votações com cédulas de papel, os eleitores tinham que apresentar documentos.

A presidente do Conselho Municipal da Criança e do Adolescente, Regina Mendes, disse que qualquer possibilidade de fraude será investigada.

A assessoria de imprensa da PBH informou que, em um primeiro momento, é impossível anular qualquer voto que tenha sido duplicado, mas disse que, se forem encontradas fraudes, os casos vão ser repassados ao Ministério Público.

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, ele é muito importante!

EMPRÉSTIMO CONSIGNADO