domingo, 6 de janeiro de 2013

Agentes penitenciários evitam fuga em massa na cadeia pública no RN




65 detentos estavam prontos para fugir da cadeia de Mossoró.
Barras de ferro foram serradas e uma 'tereza' seria usada na fuga.

Agentes abortaram a tentativa de figa na madrugada deste domingo (6) 
(Foto: Marcelino Neto)

Agentes penitenciários da cadeira pública de Mossoró, cidade da região Oeste potiguar, evitaram uma fuga em massa da unidade prisional na madrugada deste domingo (6). Ao todo, 65 detentos estavam prontos para fugir quando foram impedidos pelos agentes. De acordo com o soldado PM J. Júnior, da 3ª Companhia da Polícia Militar, essa seria a maior fuga do presídio.

Os 65 detentos estavam divididos em cinco celas do pavilhão 1. As grades de três celas e do portão de saída já estavam serradas e uma 'tereza" - corda feita com lençóis - estava pronta para ser usada.

"Toda movimentação foi percebida pelos agentes de plantão, que efetuaram alguns disparos de contenção e acionaram a segurança externa do presídio que é feita por policiais militares. Os detentos só não conseguiram fugir graças o sistema de câmeras de segurança implantado nos pavilhões pela nova direção da cadeia", relatou o soldado J. Júnior.

Os presos das três celas foram removidos para o solário para que sejam feitos reparos nas grandes danificadas.

Na cadeia pública existem atualmente 196 presos do sistema provisório aguardando decisão da Justiça. Segundo o soldado, alguns dos presos são condenados, mas permanecem no presídio.

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, ele é muito importante!

EMPRÉSTIMO CONSIGNADO