terça-feira, 29 de janeiro de 2013

Corpo de militar morto em incêndio de boate no RS é velado no Rio





Amigo da família diz que jovem morreu tentando salvar vidas.
Corpo será cremado no Cemitério do Caju no final da tarde desta terça.

Corpo de tenente do Exército é velado no Rio 
(Foto: Renata Soares/G1)

O corpo do tenente do Exército Leonardo Machado de Lacerda, de 28 anos, é velado, desde as 9h desta terça-feira (29), na capela 2 do Cemitério Memorial do Carmo, no Caju, Região Portuária do Rio. O tenente é uma das 231 vítimas da tragédia na boate Kiss, que pegou fogo durante uma festa universitária na cidade de Santa Maria, no Rio Grande do Sul.

"Pai nenhum deve receber a noticia da morte do seu filho. Ele morreu como um herói. Voltou para boate para salvar mais três vidas e acabou não conseguindo sair de lá", disse Marcelo Moreira, amigo e vizinho da família há 18 anos. O corpo de Leonardo será cremado no final da tarde desta terça no cemitério do Caju.


Além do tenente, a capitã Daniele Matos, era médica no Hospital Central do Exército, em Triagem, na Zona Norte do Rio, também morreu no incêndio. Ela passava férias com a família no Sul, e voltaria essa semana. Daniele deixou uma filha de 14 anos. Seu corpo será levado ainda na noite desta segunda ao Hospital Central do Exército. O corpo dela deve ser enterrado apenas na quarta-feira (29).

Tragédia no Sul
Um incêndio na boate Kiss, em Santa Maria (RS), na madrugada de domingo (27) deixou 231 pessoas mortas e dezenas de feridos. O fogo começou por volta das 2h30 durante o show da banda Gurizada Fandangueira, que utilizou efeitos pirotécnicos na apresentação. As pessoas tentaram fugir pela única porta de saída da casa noturna.

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, ele é muito importante!

EMPRÉSTIMO CONSIGNADO