segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

Estudantes já podem se inscrever no Sisu





Sistema oferece mais de 129 mil vagas em 101 instituições públicas de ensino pelas notas do Enem. Inscrições estão abertas até as 23h59 do dia 11 de janeiro

A partir desta segunda-feira, os estudantes que participaram do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) este ano e desejam concorrer às vagas do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) já podem se inscrever. Os candidatos devem preencher os formulários disponíveis no site do programa até as 23h59 do dia 11 de janeiro.

O Sisu é um sistema criado pelo Ministério da Educação para distribuir vagas de diferentes instituições públicas por meio das notas do Enem. Na prática, ele funciona como um grande vestibular nacional, com milhares de vagas em dezenas de universidades de todos os Estados do Brasil. As instituições de ensino aderem ao sistema e colocam nele quantas vagas quiserem.

Para este primeiro semestre de 2013, serão oferecidas 129.279 vagas em 3.751 de 101 instituições públicas. Pode se candidatar às vagas quem participou do Enem este ano e ficou com nota superior a zero na redação. No processo de inscrição, o candidato terá de apresentar o número de inscrição e a senha do Enem 2012.

Os estudantes interessados em se candidatarem a uma das vagas do Sisu devem optar por até dois cursos. No momento da inscrição, é preciso especificar a ordem de preferência dos dois. Ao longo do período de inscrições, o candidato pode alterar ou cancelar as opções feitas quantas vezes quiser. Valerá a última opção feita quando se encerrarem as inscrições.

Novidades

Este ano, é preciso ficar atento às mudanças no sistema. Por causa da lei que determinou a criação de cotas nas universidades federais, o processo de escolha dos cursos foi alterado. Depois de marcar para qual curso deseja concorrer, o aluno terá que dizer se é cotista. Em caso negativo, o caminho segue o mesmo de anos anteriores, pulando para o próximo curso.

Os alunos de escola pública que optarem por disputar as vagas reservadas, no entanto, serão divididos em grupos e subgrupos após cada escolha de curso. Há outros recortes dentro do programa de cotas. O primeiro é de renda familiar e o outro, de raça. Os alunos terão de marcar se pertencem ao grupo que possui renda de até 1,5 salário mínimo e se são negros.

Pelas diretrizes já publicadas pelo Ministério da Educação, todos os estudantes que se inscreverem pelas cotas também disputam as vagas da concorrência geral, porém apenas quando todas as vagas do sistema de cotas forem preenchidas.

Caso não haja aprovados para preencher todas as vagas destinadas a algum dos subgrupos previstos, elas poderão ser oferecidas na lista de espera aos demais subgrupos, na seguinte ordem de prioridade: primeiro, aos que têm a mesma faixa de renda, depois, qualquer renda, priorizando os pretos, pardos e indígenas. Se, assim mesmo, o preenchimento de vagas não for realizado, as vagas são disponibilizadas aos demais candidatos.

Resultados

A lista dos aprovados em primeira chamada será divulgada no dia 14 de janeiro de 2013. As matrículas serão feitas nas instituições nos dias 18, 21 e 22 de janeiro. A segunda chamada ocorrerá no dia 28 de janeiro e as matrículas deverão ser feitas nos dias 1º, 4 e 5 de fevereiro.

No caso de notas idênticas, o desempate será feito pela seguinte ordem de critérios: nota na redação; nota em Linguagens, Códigos e suas tecnologias; nota em Matemática e suas Tecnologias; nota em Ciências da Natureza e suas Tecnologias e nota em Ciências Humanas e suas Tecnologias.

Os estudantes que não forem selecionados nas duas primeiras convocações podem aderir à lista de espera. As instituições convocam candidatos a vagas remanescentes a partir dessa lista. O prazo de adesão vai de 28 de janeiro a 8 de fevereiro. Caso ainda haja vaga no curso de primeira opção, o candidato será convocado pela instituição que tenha a vaga disponível.

Por Priscilla Borges - iG Brasília 

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, ele é muito importante!

EMPRÉSTIMO CONSIGNADO