quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

Operação no Subúrbio do Rio busca envolvidos na morte de policial





Duas pessoas foram presas e um menor apreendido na Favela do Dique. 
Jaime Antonio Antunes, da Deam de Friburgo, foi morto na sexta (18). 

A Polícia Civil realiza, na manhã desta quarta (23), uma operação na Favela do Dique, no Jardim América, Subúrbio do Rio, para tentar prender criminosos envolvidos no assassinato do policial Jaime Antônio Antunes na última sexta-feira (18). Às 10h, a operação havia terminado, com dois presos e um menor apreendido. Os agentes contabilizavam os resultados da ação.

Cerca de 100 agentes da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core), Divisão de Homicídios (DH), Delegacia de Roubos e Furtos a Automóveis (DRFA), Delegacia de Combate às Drogas (Dcod) e 21ª DP (Bonsucesso) fazem parte da ação, que começou no início da manhã. Até as 8h, não havia informações sobre prisões, apreensões ou confrontos.

O policial civil Jaime Antonio Antunes foi morto a tiros na porta de casa, no bairro de Vista Alegre, na sexta-feira. Ele chegou a ser encaminhado para o Hospital Estadual Getúlio Vargas, na Penha, também no Subúrbio, mas morreu na unidade, de acordo com o comando do 41º BPM (Irajá), responsável pela área.

A vítima trabalhava na Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam) de Nova Friburgo, na Região Serrana, e foi abordado por criminosos quando entrava em seu carro para trabalhar. Jaime reagiu ao assalto e foi baleado. O veículo foi roubado.

Suspeito preso em Friburgo
Na tarde da própria sexta, um suspeito, identificado como Juís Gustavo de Oliveira Castro foi preso no Hospital de Acari, onde teria dado entrada com ferimentos de arma de fogo. Ele foi encaminhado para a 27ª DP (Vicente de Carvalho).

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, ele é muito importante!

EMPRÉSTIMO CONSIGNADO