quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

Rio bate recorde em exoneração de PMs





Em toda a história da corporação, o número de policiais expulsos nunca foi tão grande quanto ao ano passado: 317

A Polícia Militar do Rio de Janeiro registrou a quebra de uma importante marca em 2012. O número de oficiais expulsos da corporação no Estado foi o maior em toda a história: 317.

O dado mostra que houve um aumento de 121% em relação a 2011, quando 143 foram punidos, e de 272% se comparado a 2010, com 85 expulsos.

O comando da Polícia Militar acredita que o fato se deve à mudança de postura e de filosofia da instituição com relação ao combate intenso contra a corrupção. O comandante da PM, coronel Erir Macedo, já destacou que aqueles que não se adaptarem ao modo de conduta, estarão fora.

Para que um agente seja expulso, de acordo com informações da PM, é necessário que se inicie um processo administrativo disciplinar. A punição máxima é a exoneração. Os militares têm direito à defesa e podem recorrer da decisão, que é tomada pelos comandantes dos batalhões ou da PM, no caso dos praças, ou pela Justiça, quando se trata de oficiais.

Segundo a corregedoria da PM, os principais motivos que acabam com a carreira de um policial são a corrupção, em primeiro lugar, e o envolvimento com milícias, em segundo.

Do Metro Rio 

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, ele é muito importante!

EMPRÉSTIMO CONSIGNADO