sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

MG: polícia corta água, luz e comida de presos que mantêm reféns em prisão






O presídio é o mesmo onde está o goleiro Bruno Fernandes, mas o motim não foi no pavilhão do ex-atleta do Flamengo

Foto: Léo Fontes / O Tempo / Futura Press

A Polícia de Minas Gerais cortou a água, a luz e alimentação dos detentos da penitenciária Nelson Hungria, localizada em Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte, que fazem uma rebelião desde as 9h da manhã desta quinta-feira. O presídio é o mesmo onde o ex-goleiro Bruno, que jogou no Flamengo, está detido. As informações são do Jornal da Globo.

Segundo o 18º Batalhão da Polícia Militar, os presos mantêm uma professora e um agente penitenciário reféns. A Secretaria de Defesa Social informou que 90 presos estão no pavilhão. O presídio é o mesmo onde está o goleiro Bruno Fernandes, mas o motim não foi no pavilhão do ex-atleta do Flamengo.

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, ele é muito importante!

EMPRÉSTIMO CONSIGNADO