terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

Polícia Civil e PM fazem na Grande SP primeira ação conjunta após integração





Agentes atuam no combate a organizações de traficantes em Carapicuíba na primeira operação feita com planejamento e investigação do Centro Integrado de Inteligência

Aproximadamente 360 agentes das polícias civil e militar de São Paulo participam, nesta terça-feira (05), de uma operação conjunta combater a atuação de organizações criminosas que controlam o tráfico de drogas em Carapicuíba, na Grande São Paulo. Do efetivo empregado, cerca de 300 policiais militares farão blitze pela cidade e 60 policiais civis atuarão no cumprimento dos mandados de prisão e busca e apreensão.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP) do Estado, a operação é o primeiro resultado da atuação do Centro Integrado de Inteligência (CIISP), formado por membros da PM e Polícia Civil. Segundo a SSP, a partir de dados estatísticos, o CIISP identificou pontos da região como um dos locais com maior incidência criminal no último trimestre de 2012.

De acordo com o secretário de Segurança Pública, Fernando Grella Vieira, a escolha de Carapicuíba se deu a partir de análises estatísticas que apontaram os pontos da cidade com maiores taxas de tráfico e outros crimes. "O mapeamento dos pontos com maior incidência foi refinado por informações de inteligência, num trabalho de investigação que reuniu membros das duas polícias, coordenados pelo CIISP.

Com as informações, foram solicitados mandados judiciais de busca e apreensão. Todo o trabalho teve apoio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público de São Paulo. "A ideia é repetir este trabalho do CIISP periodicamente", afirma o secretário Grella.

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, ele é muito importante!

EMPRÉSTIMO CONSIGNADO