terça-feira, 16 de abril de 2013

Justiça aceita denúncia contra cantor Hudson





FOTO: REPRODUÇÃO G1
A Justiça, em Limeira, interior de São Paulo, aceitou denúncia contra o cantor Hudson Cardoni Silva, de 40 anos, da dupla sertaneja Edson e Hudson, por port ilegal de armas. A denúncia do Ministério Pública foi aceita na semana passada pelo juiz Rogério Danna Chaib, da 1ª Vara Criminal de Limeira, e divulgada na noite desta segunda-feira (15), pelo Tribunal de Justiça de São Paulo.

A promotora Patrícia Barsottini denunciou o cantor no dia 5 de abril. Ela afirma na ação que Hudson "possuía todas as armas, acessórios e munições, de uso permitido e de uso restrito, sem qualquer autorização e em desacordo com determinação legal e regulamentar, sendo que, inclusive, o certificado de registro da carabina calibre 38 estava com o prazo de validade expirado".

O cantor sertanejo foi preso duas vezes em 20 de março por porte ilegal de arma, em Limeira. Na primeira vez, em flagrante, foi pego com uma pistola 380 e um revólver calibre 38, com munição, dentro do seu carro. As armas têm registro, mas ele não pode usa-las em local público. Depois de detido, ele pagou fiança de R$ 6 mil e foi solto. Horas depois, ele voltou a ser preso em sua casa, onde policiais encontraram uma carabina, munições de uso restrito e maconha. O advogado do cantor, Manuel Andrade Neto, tem dez dias para apresentar a defesa.

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, ele é muito importante!

EMPRÉSTIMO CONSIGNADO