sexta-feira, 26 de abril de 2013

Médicos fazem paralisação em nove estados




BRASÍLIA E RIO As entidades médicas de todo o país organizam hoje o Dia Nacional de Alerta aos Planos de Saúde. De acordo com o Conselho Federal de Medicina (CFM), os médicos credenciados decidiram pela suspensão do atendimento a consultas e outros procedimentos eletivos (para os quais não há urgência) por até 24 horas. Com isso, os pacientes previamente agendados terão seus compromissos remarcados.A paralisação acontece no Distrito Federal e em Bahia, Goiás, Minas Gerais, Piauí, Rio Grande do Sul, Rondônia, São Paulo e Sergipe. No Rio de Janeiro e em outros 13 estados, haverá apenas manifestações.Entre as reivindicações da categoria estão a garantia de "honorários médicos dignos e com reajustes determinados em contratos", além do fim da interferência no trabalho médico, no momento do diagnóstico e da prescrição. Segundo o CFM, o não atendimento destas cláusulas tem levado médicos a se descredenciarem dos planos.O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, afirmou ontem que vai acompanhar a mobilização. Ele destacou que o governo espera que os serviços de atenção à população não sejam prejudicados, sobretudo os atendimentos de urgência e emergência, como casos de infartos. O ministro observou que essa negociação é realizada entre os profissionais e o setor privado e que a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), pelo seu marco legal, não tem poder sobre o assunto.Segundo José Cechin, diretor-executivo da Federação Nacional de Saúde Suplementar, que reúne 29 operadoras que respondem por 35% dos usuários brasileiros, a expectativa é que não haja grande impacto para os usuários. Cechin orienta quem tiver problema a contatar a operadora, que disponibilizará outro profissional para o atendimento. Ele destaca que, de 2010 a 2012, os honorários médicos dos profissionais que atendem às associadas tiveram reajuste de cerca de 35,4%. O índice da ANS para os planos individuais no período foi de 24,1%. ( Cristiane Bonfanti e Luciana Casemiro )
Fonte: http://www.exercito.gov.br

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, ele é muito importante!

EMPRÉSTIMO CONSIGNADO