terça-feira, 16 de abril de 2013

Tatuagens denunciam ficha criminal de suspeito de latrocínio em Poços




Polícia Civil acredita que jovem pode integrar facção criminosa de SP.
Jovem é suspeito de ter matado uma comerciante em um assalto.

Veja vídeo no G1

A Polícia Civil investiga a ligação de Welington Rodrigues Danzinger, de 24 anos com uma facção criminosa do Estado de São Paulo. As tatuagens que ele tem no corpo fazem alusão ao crime organizado. Segundo a delegada que investiga o caso, Maria Cecília Gomes Flora, as tatuagens ajudaram no levantamento da ficha criminal do jovem. “Ele tem um palhaço tatuado com a inscrição 157, que é uma clara alusão ao crime de roubo previsto no Código Penal. Ele tem também um revólver e dois sacos de dinheiro, que reforçam este tipo de crime, além de uma inscrição que é o lema de uma facção”, disse a delegada.

O jovem foi apresentado nesta terça-feira (16) e é o principal suspeito de ter matado Ivaneide Benedita Pereira, dona de um supermercado em Poços de Caldas (MG) na última sexta-feira (12) Ele foi preso pela Polícia Civil na tarde desta segunda-feira (15). Ele já tem passagens pela polícia por furto, roubo e tráfico de drogas.
Polícia Civil acredita que tatuagens sejam indício de ligação com facção criminosa 
(Foto: Reprodução EPTV)

Ele nega envolvimento com o crime, no entanto, para a Polícia Civil, ele é o suspeito. De acordo com a delegada, ele mora a cerca de 900 metros do local do crime e uma testemunha reconheceu o homem. “A testemunha fez um reconhecimento consistente e se mostrou bem segura ao afirmar que ele seria o autor do crime. Com isso, fizemos uma representação à Justiça e pedimos a prisão preventiva dele”, comentou Maria Cecília. Na casa do suspeito a polícia encontrou o quadro da bicicleta que teria sido usada no crime.

A polícia ainda não sabe o que levou o jovem a cometer o crime ou se havia algum tipo de ligação entre ele e a vítima.

O caso
A dona do supermercado morreu depois de ser baleada no peito durante uma tentativa de assalto no bairro Jardim Country Clube, em Poços de Caldas. Segundo a Polícia Militar, um homem armado chegou de bicicleta e anunciou o assalto no meio da rua. A polícia ainda não sabia o motivo do assaltante ter atirado, já que ele ainda seria ouvido em depoimento.
A vítima foi levada para a Santa Casa da cidade, mas não resistiu aos ferimentos.

O supermercado permanece fechado. Na porta, a família agradece às várias homenagens prestadas à vítima.

Fonte: G1 Sul de Minas

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, ele é muito importante!

EMPRÉSTIMO CONSIGNADO