terça-feira, 29 de outubro de 2013

Se apenas 10% dos inscritos no Revalida foram aprovados, o que pensar sobre o “Mais Médicos”?






Sinal de alerta – Com o intuito de jogar para a plateia e tentar garantir a própria reeleição, a petista Dilma Vana Rousseff não vê problemas em colocar a população sob risco. Pelo menos essa é a conclusão decorrente de análise do programa “Mais Médicos”, depois da divulgação dos resultados do Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos Expedidos por Instituições de Educação Superior Estrangeiras (Revalida).

De acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), apenas 155 dos 1.595 médicos com diploma estrangeiro foram aprovados no Revalida, o que representa 9,7% do total. Considerando que o governo do PT adora estatísticas, esse percentual também deve se repetir no caso do programa “Mais Médicos”, que conta com muitos profissionais estrangeiros de medicina. Se os médicos que não participam do programa eleitoreiro do governo Dilma são obrigados a se submeter ao Revalida, não há razão para uma exceção à regra no caso do “Mais Médicos”.

O Brasil está caminhando perigosamente na direção de um regime totalitarista, a chamada ditadura ideal, na qual a parcela desavisada da população aceita e se dá por feliz com qualquer esmola com a chancela oficial.

Enquanto deixa de dar aos brasileiros o que a Constituição Federal garante como direitos básicos, Dilma empurra o caos com o discurso embusteiro de que o leilão do Campo de Libra é a senha para a prosperidades da nação, como se o povo pudesse esperar uma década para que algo positivo ocorra na área da saúde pública.

Fora isso, não custa lembrar que à União caberá, no caso de Libra, aproximadamente R$ 30 bilhões por ano, valor muito menor do que arrecadava a famigerada CPMF. Se com os R$ 45 bilhões anuais do “imposto sobre o cheque” a saúde pública capengava, não é difícil imaginar o que acontecerá com o setor com R$ 7,5 bilhões por ano. Na verdade, os palacianos buscam apenas e tão somente a reeleição de Dilma, que ao contrário do que mostram as pesquisas tem causado preocupação aos integrantes da cúpula petista.

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, ele é muito importante!

EMPRÉSTIMO CONSIGNADO