terça-feira, 15 de outubro de 2013

Segurança Pública debate criação de carteira de identidade nacional unificada





Divulgação/Agência Brasil
Modelo do novo registro de identidade civil.

A Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado debate hoje o Projeto de Lei 3860/12, que que define regras gerais para o funcionamento do Sistema Nacional de Registro de Identificação Civil.

A proposta altera a Lei 9.454/97, que institui o número único de Registro de Identidade Civil. Com isso, cada pessoa passa a ter uma carteira de identidade nacional, em vez das carteiras emitidas pelos órgãos estaduais e válidas para todo o País. Esse registro até hoje não foi implantado.

A audiência foi pedida pelo relator do projeto, deputado Efraim Filho (DEM-PB), com o objetivo de “enriquecer o debate e possibilitar a coleta de dados técnicos para subsidiar a elaboração do meu parecer”.

Foram convidados para discutir o assunto:
- o professor do Instituto de Ciências Exatas e Biológicas da Universidade Federal de Ouro Preto (MG), Carlos Frederico da Cunha Cavalcanti;
- o ex-diretor do Departamento Nacional de Registro do Comércio João Elias Cardoso;
- o presidente do Instituto Nacional de Tecnologia da Informação (ITI), Renato Martini;
- um representante do Ministério da Justiça.
- o presidente da Imprensa Oficial de São Paulo, Marcos Monteiro;
- o gerente-executivo de Identificação Criminal do Instituto de Perícia da Paraíba, Israel Aurelino da Silva Neto; e
- o especialista em processamento de dados e tecnologia da informação Pedro Alves.

A audiência ocorrerá no Plenário 6, a partir das 14 horas.

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, ele é muito importante!

EMPRÉSTIMO CONSIGNADO